Responsabilidade Social e Corporativa

A Patinter assume-se como uma empresa para quem a cidadania e a responsabilidade social constituem um ativo importante. As suas atividades nesta área orientam-se para a promoção de atividades que abranjam a comunidade envolvente, stakeholders e colaboradores, transmitindo-lhes a importância do sentido de liberdade, justiça, dignidade e solidariedade, que integram igualmente os valores da empresa. 

A Patinter atribui uma elevada importância a todas as atividades no âmbito da sua política de responsabilidade social corporativa e enquanto organização tem como objetivo contribuir de forma positiva para a Sociedade, a Economia e o Meio Ambiente. Exemplo disso é o programa Patinter Cares, que consiste num conjunto de ações de bem estar, educação, cultura, desporto, voluntariado e solidariedade social junto dos públicos alvo.

+ DESPORTO
+ DESPORTO
A Patinter aposta em projetos desportivos que se evidenciem pelas suas características de organização e inovação. Do hóquei em patins ao futebol, a Patinter colabora e fomenta a prática de desporto de norte a sul do País.
+ CULTURA
+ CULTURA
Uma peça de teatro, um espetáculo de circo, um filme, uma obra de arte, são inúmeras as manifestações culturais que marcam o apoio da Patinter à cultura. Enquanto promotores da cultura, trabalhamos com diferentes áreas de expressão cultural, através do apoio a projetos que valorizem a produção artística, o amplo acesso da comunidade à cultura e o surgimento de novos talentos.

Em 2015, a Patinter em parceria com o Teatro Viriato, do qual é mecenas, e o Teatro do Vestido, trouxeram a palco a peça 'Viajantes Solitários'.  Construído a partir de uma extensa recolha de histórias de vida e de ‘estrada’ de camionistas, o espetáculo explora as possibilidades poéticas dessas vidas de permanente deslocação, vidas também de quilómetros de solidão, de distância física das famílias, de passagens, de noites fugazes, de um conhecimento geográfico de autoestradas, estradas nacionais, restaurantes de beira de estrada, hotéis.

Um espetáculo que é uma espécie de manual de um viajante singular, ao mesmo tempo que falando dessa inquietação portuguesa que bem conhecemos – a de partir; e, estando lá fora, a vontade de regressar, para de novo partir, impelidos por essa coisa que nos puxa a percorrer quilómetros, após quilómetros, após quilómetros, continuamente. 

Encontra-se atualmente em digressão pelas melhores salas do país. 
+ SAÚDE
+ SAÚDE

O projeto Viver Mais é um projeto de qualidade de vida realizado e idealizado pela Patinter e tem por objetivo proporcionar aos colaboradores uma sensação de bem estar, saúde, equilíbrio, satisfação num ambiente de trabalho agradável e seguro.

O projeto Viver Mais possui uma visão global do colaborador, baseando a sua filosofia no conceito da OMS - Organização Mundial da Saúde, no qual se preocupa em promover o 'completo bem estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças e enfermidades'.

Este projeto orienta os colaboradores para um processo crescente de valorização da vida, aquisição de hábitos e costumes saudáveis, comportamentos funcionais e atitudes coerentes com o potencial de cada um.

O projeto abrange 4 linhas de atuação: SaúdeBem-estarErgonomia e Ginástica Laboral.
+SOCIAL
+SOCIAL

A Patinter integra diversos projetos de solidariedade social, tendo assumido um papel dinâmico junto do Banco Alimentar contra a Fome, Cruz Vermelha Portuguesa, Instituições de acolhimento e apoio a crianças e junto de lares de Idosos. Cooperamos também com Corporações de Bombeiros Voluntários e associações locais que promovem projetos de apoio e assistência à comunidade.





+DIVERSIDADE E INCLUSÃO
+DIVERSIDADE E INCLUSÃO

Na Patinter, temos como compromisso diário a inclusão como forma de trabalho, bem como a promoção de uma sociedade mais justa e equitativa. Enquanto entidade empregadora, assumimos a igualdade de oportunidades e damos as boas-vindas a todos os colaboradores, independentemente da sua nacionalidade, religião, género, idade ou orientação sexual. Para nós, cada pessoa é única e deve ser respeitada pela sua individualidade, pois consideramos que é com base na defesa da diversidade que traçamos uma rota mais assertiva por um mundo melhor, livre de preconceitos e estereótipos.

+ SEGURANÇA
+ SEGURANÇA
A segurança rodoviária é a base do ADN da Patinter.

Como um dos principais players europeus, a Patinter encara a segurança rodoviária não como medida, mas como cultura e como forma de estar no dia-a-dia. Em constante avaliação e procura por ações que permitam diminuir a quantidade e a gravidade de acidentes rodoviários, a empresa reúne todos os meios disponíveis para proteger o que considera essencial: a vida e saúde dos seus colaboradores e de todos os que se cruzam com eles na estrada. Esta aposta tem demonstrado há vários anos que é uma política vencedora, uma vez que o número de acidentes e os custos associados aos mesmos tem vindo a diminuir, atestando a credibilidade do serviço prestado e transmitindo a confiança aos seus clientes, parceiros e a todos os que circulam na estrada.

"Acreditamos que a implementação de Sistema de Gestão de Segurança Rodoviária e a sua certificação pela ISO 39001 nos ajuda a formalizar e sistematizar este compromisso, servindo como exemplo para outras empresas do setor. Procuramos contribuir positivamente para a imagem do setor dos transportes, promovendo a cultura de segurança e valorizando a profissão do motorista”.
Medidas e respetivas ações:
1) Realização de diagnostico para verificação de práticas e procedimentos existentes na empresa (por ex. manutenção preventiva atempada, aquisição de viaturas com os sistemas de apoio à condução, etc.) e elaboração do respetivo relatório;

2) Revisão de documentação de sistema de acordo com a norma ISO 39001;

3) Criação de Comissão de Segurança para monitorização, análise e discussão de acidentes rodoviários e realização de reuniões;

4) Adoção de procedimento de investigação pormenorizada de acidentes rodoviários e elaboração do modelo de Relatório de investigação do acidente (incluindo o Plano de ações);

5) Formação inicial e continua em Sinistralidade e Segurança Rodoviária, Condução Defensiva, Acondicionamento de Carga, Segurança e Saúde no Trabalho;




6) Elaboração de Plano de Emergência Rodoviário para garantir a resposta em caso de acidente rodoviário - realização de simulacro de acidente rodoviário para testar a resposta à emergência;

7) Medidas para aumento do campo de visão na condução, redução e sinalização de ângulos mortos - colocação de película angular para alargamento de campo de visão, colocação de autocolantes de sinalização de ângulos mortos (legislação francesa), criação de guia de ajuste de espelhos;

8) Revisão do procedimento de formação inicial prática (viagem de experiência) e avaliação de modo de condução do motorista iniciante - análise de perfil do formando segundo critérios definidos;

9) Redução na limitação de velocidade máxima das viaturas  - aferição de limitador  a 88 km/h em vez de 90km/h;

10) Campanhas informativas;

11) Reconhecimento de motoristas com zero acidentes .
Voltar